Entorse

Uma entorse é uma perda momentânea de congruência da superfície articular por acção violenta. As estruturas da articulação deslocam-se entre si mas voltam à sua posição inicial.

Entorse

Torcer é fácil de acontecer

Contudo, esta separação breve e momentânea causa lesões consideráveis na cápsula da articulação e no ligamento, até rupturas de ligamentos.

Ao praticar desporto, são frequentes as entorses da articulação tibiotársica, especialmente no futebol e no basket, nas disciplinas de corrida e de salto em pisos irregulares, quando o pé torce. As entorses da patela ocorrem no futebol devido a faltas ou a movimentos rotacionais não fisiológicos.

Articulações do polegar e dos outros dedos verificam-se muitas vezes no voley, na ginástica, p. ex., ao agarrar bolas medicinais, e no esqui. Sintomas de uma entorse são dores, inchaço da articulação, hematoma, posição anormal da articulação e limitação da mobilidade da articulação. Independentemente da gravidade da lesão, os sintomas podem ser os mesmos, mas ter maior ou menor intensidade.

Terapia – Compressão e imobilização

Importantes são as seguintes medidas imediatas: gelo, ligadura de compressão e imobilização evitam hematomas maiores e encurtam o tempo de recuperação.

A seguir, deve ser tirada uma radiografia. Só assim pode determinar-se quais as partes da articulação que foram afectadas. Em entorses ligeiras, sem mais lesões das estruturas articulares, bastam as medidas imediatas. No entanto, se estiverem comprometidos ligamentos ou cápsulas, é necessária uma imobilização de, pelo menos, seis semanas, ou uma reposição cirúrgica (ver: ruptura de ligamentos).

Rate this Content

 
 
 
 
 
 
 
Rate
 
 
 
 
 
 
0 Rates
0 %
1
5
0