Luxação / desencaixe

Na sequência de uma acção violenta sobre uma articulação, pode ocorrer luxação

Luxação / desencaixe

Extremamente doloroso

Os sintomas concomitantes são fissuras da cápsula articular e dos ligamentos. Os sintomas de uma luxação são dores fortes em movimento e pressão, bem como inchaço, hematoma, posição errada da articulação e mobilidade limitada.

Em caso de suspeita de luxação, deve ser consultado o médico imediatamente, visto que é recomendável o reencaixe da articulação no espaço de poucas horas.

Terapia – Encaixe apenas por um médico

Como medida de primeiros socorros, deve imobilizar-se ao máximo a articulação e sujeitá-la à acção do frio. Isso reduz a dor e o inchaço.

Um inchaço menor facilita o encaixe posterior. Pode justificar-se apoiar a parte afectada do corpo ao alto.

Articulações desencaixadas ou sujeitas a luxações devem ser reencaixadas apenas por médicos. Para esse efeito, é necessário determinar a amplitude dos danos através de radiografia. O reencaixe deve ser feito, se possível, poucas horas depois da lesão.

Em pequenas luxações, por exemplo nas falanges, é feito mediante anestesia local. No caso de desencaixe de ombros, recorre-se à anestesia geral. Depois do reencaixe, volta a controlar-se a posição correcta das superfícies da articulação entre si através de radiografia.

De seguida, é feita uma imobilização durante 8 a 10 dias, através de ligaduras elásticas, talas ou gesso. Para evitar novas lesões, segue-se uma mobilização cuidadosa, uma vez que a imobilização prolongada pode causar retracção da cápsula.

Rate this Content

 
 
 
 
 
 
 
Rate
 
 
 
 
 
 
0 Rates
0 %
1
5
0